Categorias: Brasil

Cinco são presos por torturar e decapitar homem na Babilônia

A vítima foi levada de casa, executada e teve o corpo mutilado. Duas hipóteses são analisadas: Discordância política e disputa…

Compartilhar

A vítima foi levada de casa, executada e teve o corpo mutilado. Duas hipóteses são analisadas: Discordância política e disputa por território Um homem teve a sua casa invadida por integrantes de uma organização criminosa e foi assassinado, na comunidade Babilônia, em Fortaleza.

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

De acordo com a Polícia Militar, uma das hipóteses é que o crime teria relação com a preferência política da vítima. A vítima, identificada como Mailton Gomes de Oliveira (40), foi tirada de casa durante a madrugada desta terça-feira (30) e levada para um matagal. Seu corpo foi encontrado horas depois. Alguns suspeitos já foram presos. Além da divergência política, suspeita-se que o crime também possa ter sido cometido por conta de disputa pelo território de venda de drogas. No começo do ano, vários moradores da Babilônia foram expulsos por integrantes de facções criminosas. Para garantir a segurança da comunidade, a Polícia Militar teve que instalar uma base fixa na região. Mailton Gomes foi torturado e decapitado. Após investigação preliminar, algumas pessoas foram presas. Um dos primeiros foi identificado como Tiago da Silva Monteiro (28), que foi levado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Um outro homem também foi preso, na ocasião. Em vídeo que circula nas redes sociais, um dos supostos envolvidos diz que o crime tem relação com o voto da vítima. Durante a tarde, foram presos Michel de Freitas dos Santos (25), que estava com uma tornozeleira eletrônica, e uma quinta pessoa, encontrada no Barroso. Michel estava com tornozeleira e foi preso por uma equipe da Força Tática de Apoio, após investigação do Serviço de Inteligência da Polícia Civil.

Fonte: Cnews

Curta nossa página no Facebook
WagnerPassos

Publicado por
WagnerPassos